Close

Iberescena 2017-2018 – Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-americanas


O Iberescena – Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-americanas, em sua 11ª edição, vai selecionar projetos de dança, circo e teatro, nas categorias de: ajudas à coprodução de espetáculos ibero-americanos; ajudas a festivais e espaços cênicos para a programação de espetáculos; e ajudas a processos de criação dramatúrgica e coreográfica em residência.
Composto por catorze países ibero-americanos, o Fundo tem por objetivo promover a construção de um espaço cênico ibero-americano, incentivando trocas e intercâmbios artísticos entre os países-membros. Compõem o Iberescena: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, México, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Todos colaboram em conjunto com a Secretaria Geral Ibero-americana e Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento.

A) Ajudas a coprodução de espetáculos ibero-americanos
A convocatória é dirigida a entidades ou instituições públicas ou privadas, grupos e companhias de teatro, dança contemporânea e circo profissionais, cujas atividades contribuam para fortalecer os planos de cooperação e integração mencionados no programa Iberescena, que estão registrados legalmente em qualquer dos países participantes do acordo. Podem se inscrever pessoas físicas ou jurídicas (será considerado o país onde tenha a residência legal, no caso de pessoas físicas; e o domicílio fiscal, no caso de pessoas jurídicas).

B) Ajudas a festivais e espaços cênicos para a programação de espetáculos
Esta convocatória é dirigida a redes, festivais, salas e espaços cênicos públicos ou privados de países integrantes do Iberescena, para a programação de espetáculos ibero-americanos, cuja prioridade seja mostrar propostas de circo, de dança contemporânea e/ou criação atual e de teatro, dos países membros do programa.

C) Ajudas a processos de criação dramatúrgica e coreográfica em residência
Apoia processos de residência realizados por centros de criação em residência dos países membros do programa, a fim de incentivar essas atividades com liberdade temática. Esses centros podem ser organizações dedicadas especificamente a esta atividade ou organizações, companhias e grupos que possuem espaço para hospedar os criadores. Essa mudança foi definida na última reunião do Comitê do Fundo. Em nenhum dos casos, a ajuda será destinada à produção.

CRONOGRAMA
– Inscrições: até 29 de setembro/2017, via online
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: 15 mil euros a 30 mil euros, de acordo com a categoria.
– Regulamentos + Inscrição: http://bit.ly/2t9kgCK