Sonora – Festival Internacional de Compositoras . Volta Redonda


O Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras surgiu no ensejo de dar visibilidade e legitimar a presença da mulher compositora no meio musical. São muitas as compositoras brasileiras que cantam, tocam e arranjam suas próprias canções, mas não possuem reconhecimento. A falta da publicidade e representatividade de autoras na música acaba por desestimular outras mulheres a se enveredar por esse ofício, mantendo o status quo vigente neste meio, o que por sua vez reforça e embasa mitos de incapacidades femininas como instrumentistas, regentes, arranjadores e compositoras. O projeto busca romper com este círculo vicioso que coloca e reconhece a mulher apenas como intérprete, estimulando o fortalecimento no âmbito individual de cada compositora por meio da coletividade, num processo mútuo de criação e de divulgação de seus trabalhos através de shows totalmente autorais. O festival é realizado com extensa programação incluindo shows, rodas de conversa e oficinas nas principais capitais brasileiras e em mais dezesseis países: Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, Florianópolis, Brasília, além de Argentina, Chile, Uruguay, Equador, Colômbia, EUA, Gana, Espanha, Irlanda, Portugal, Suíça e Turquia.
A realização do “Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras” em Volta Redonda é uma iniciativa da Manga Produções, com o apoio do Centro Cultural Fundação CSN e da Quiprocó Filmes, com a curadoria da cantora e compositora Livia Itaborahy. Acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de setembro no Centro Cultural Fundação CSN.
Poderão se inscrever compositoras, cis e transgênero, de qualquer vertente musical, inclusive instrumental. As compositoras devem residir em Volta Redonda (local das apresentações) ou em um dos municípios localizados na região Sul Fluminense (Angra dos Reis, Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Paraty, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença) – desde que tenha facilidade de deslocamento até o local das apresentações e arque com os custos de transporte, uma vez que o festival não conta com fundos próprios para subsidiar tais custos.
As músicas a serem apresentadas deverão ser exclusivamente autorais. Cada compositora poderá incluir até cinco composições (exclusivas ou em parceria) em sua apresentação ao vivo.
Cada compositora poderá convidar no máximo três músicos acompanhantes (sem distinção de gênero) para sua apresentação. É importante frisar que não é intenção do projeto apresentar “bandas”, mas dar enfoque às compositoras.

CRONOGRAMA
– Inscrições: até 4 de agosto/2017, via online
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: não.
– Edital + Inscrição: http://bit.ly/2umTQBV