Residência de Pesquisa para Coletivos 2017 – Casa do Povo


Contemplado pelo Rumos 2015-2016, o projeto Laboratório para Estruturas Flexíveis busca criar condições de pesquisa para práticas coletivas autônomas e/ou autogeridas existentes que, apesar de serem lugares fundamentais de invenção e de pensamento crítico, raramente tem tempo de parar e refletir sobre suas práticas de gestão. O projeto tem o intuito de operar em um âmbito prático, potencializando o compartilhamento de ferramentas entre agentes que atuam nos mais diversos contextos, permitindo a criação de pontes entre iniciativas que em um primeiro momento parecem ter pouco em comum, fortalecendo, assim, suas atuações.
A chamada aberta da Residência de Pesquisa para Coletivos é voltada para iniciativas autônomas, coletivas e/ou autogeridas com o intuito de oferecer um aporte financeiro que vise aprimorar o desenvolvimento de suas ferramentas de gestão, a partir de uma reflexão sobre suas próprias práticas. A proposta deve sugerir uma forma de utilizar esses recursos e apontar uma linha de pesquisa a ser desenvolvida no período de duração da residência. O resultado da pesquisa deve ajudar, a médio e longo prazo, o aprimoramento dessas ferramentas. O processo de cada uma das propostas selecionadas deverá ser apresentado pelos proponentes no encontro final do projeto Laboratório para Práticas Flexíveis, que acontece no segundo semestre de 2017.
A chamada é aberta a coletivos, grupos, formas de agenciamento ou indivíduos que queiram se organizar como coletivo para desenvolver a proposta de todo o território nacional e não se limita a propostas artísticas ou culturais.

CRONOGRAMA
– Inscrições: até 4 de junho/2017, via email
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: verba de R$ 12.000 para cada coletivo selecionado.

– Informações: http://bit.ly/2r7rSqA