Spcine divulga contemplados em parceria com o Programa Brasil de Todas as Telas

A diretora da ANCINE, Rosana Alcântara, esteve presente à cerimônia em São Paulo em que foi divulgada a primeira lista de projetos contemplados pelo Programa de Investimentoda Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo, em parceria com o Programa Brasil de Todas as Telas, gerenciado pela ANCINE com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA.

Compareceram à solenidade o Prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e o secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki. Mauricio Andrade Ramos, diretor de Desenvolvimento Econômico, e Alfredo Manevy, diretor-presidente, representavam a Spcine.

Ao todo, 30 longas-metragens foram habilitados a receber o aporte total de R$ 12,95 milhões, nas linhas 3 (produção), 2 e 4 (distribuição).  O programa de investimento ainda tem mais duas etapas previstas para os próximos meses: o resultado da linha seletiva (Linha 1) – com investimento total de R$ 7 milhões – e o edital de conteúdo para TV e plataformas digitais – com investimento de R$ 10 milhões.

Em sua fala, Rosana reiterou a importância para o mercado da Linha de Arranjos Financeiros Estaduais e Regionais, que já soma 31 editais lançados em parceria com entidades e órgãos públicos estaduais e municipais em todas as regiões do país. “Trata-se de mais um investimento do Brasil de Todas as Telas, que tem como objetivo transformar o país em um relevante centro produtor e programador de conteúdo. Destaco aqui a importância da atuação da Spcine, que com seu pouco tempo de vida, já cumpre papel fundamental de fomentadora do desenvolvimento, financiamento e implementação de políticas para o setor audiovisual desta localidade, o que se reflete, hoje, no potencial das ações lançadas”, ressaltou ela.

Apoio ao desenvolvimento da produção regional brasileira

O Programa Brasil de Todas as Telas é a maior e mais importante iniciativa de fomento ao setor audiovisual já desenvolvida no país. Uma das ações, no eixo que visa fomentar a produção e difusão de conteúdos, busca estimular o desenvolvimento regional da produção brasileira por meio de parcerias com governos municipais e estaduais.

A suplementação de recursos do Programa é proporcional ao aporte dos órgãos e entidades locais seguindo os seguintes parâmetros: até duas vezes os valores aportados pelos órgãos e entidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e até uma vez e meia os valores aportados pelos órgãos e entidades da região Sul e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. No caso do Rio de Janeiro e de São Paulo, o programa vai investir até o mesmo valor disponibilizado.

 

Confira os contemplados:

  • “Que horas ela volta?”, de Anna Muylaert.
    Produtora: Africa Filmes / Gullane Entretenimento. Distribuição: Pandora
  • “Zooom”, de Pedro Morelli.
    Produtora: O2 Cinema. Distribuição: Paris Filmes
  • “Voltando para casa”, de Gustavo Rosa de Moura.
    Produtora: Lauper Filmes Ltda Me. Distribuição: Pandora Filmes
  • “Hipóteses para o amor e a verdade”, de Rodolfo García Vázquez.
    Produtora: Associação Dos Artistas Amigos Dos Satyros. Distribuição: Raiz Distribuidora Audiovisual Ltda
  • “Invasores”, de Marcelo Freitas Toledo de Melo.
    Produtora: Raiz Produções Cinematográficas Ltda. Distribuição: Raiz Distribuidora Audiovisual Ltda
  • “Pauê – o passo de um vencedor”, de Alessandra Pereira e Fábio Cappelline.
    Produtora: Hope Image. Distribuição: Raiz Distribuidora Audiovisual Ltda
  • “Hysteria”, de Evaldo Mocarzel e Ava Rocha.
    Produtora: Casa Azul Produções Artísticas Ltda. Distribuição: Raiz Distribuidora Audiovisual Ltda
  • “Rio cigano”, de Julia Zakia Orlandi.
    Produtora: Cinematográfica Superfilmes Ltda. Distribuição: Raiz Distribuidora Audiovisual Ltda
  • “Eu nunca”, de Kauê Telloli .
    Produtora: Saliva Produções Cinematográficas Ltda / Kaue Tk Produções. Distribuição: Elo Audiovisual Serviços Ltda
  • “A corrente – Marina Abramovic e o Brasil”, de Marco Aurelio Del Fiol.
    Produtora: Casa Redonda Produções Culturais Ltda. Distribuição: Elo Audiovisual Serviços Ltda
  • “Sinfonia da necrópole”, de Juliana Rojas.
    Produtora: Avoa Filmes Cine Video Comercial Ltda Me. Distribuição: Vitrine Filmes Ltda
  • “Califórnia”, de Marina Person.
    Produtora: Lauper Filmes Ltda Me. Distribuição: Vitrine Filmes Ltda
  • “Homem comum”, de Carlos Aziz Nader.
    Produtora: Já Filmes S/S Ltda. Distribuição: Vitrine Filmes Ltda
  • “Obra”, de Gregorio Graziosi.
    Produtora: Cinematográfica Superfilmes Ltda. Distribuição: Vitrine Filmes Ltda
  • “A bruta flor do querer”, de Dida Andrade e Andradina Azevedo.
    Produtora: Filmes da Lata Produções Artísticas Ltda. Distribuição: O2 Produções Artísticas e Cinematográficas LTDA
  • “Ausência”, de Gustavo Pereira da Silva Teixeira.
    Produtora: Bossa Nova Films Criações e Produções Ltda. Distribuição: Reserva Nacional Distribuidora de Filmes LTDA
  • “Amores urbanos”, de Vera Egito Vellez.
    Produtora: Paranoid Filmes Ltda. Distribuição: Europa Filmes
  • “Ninguém ama ninguém por mais de dois anos”, de Clóvis Mello.
    Produtora: Empresa Cine Cinematográfica. Distribuição: Europa FIlmes
  • “Se deus vier que venha armado”, de Luiz Dantas.
    Produtora: Plano Geral Produções Artísticas e Cinematográficas. Distribuição: Pandora Filmes

A Linha 3 concedeu até R$ 1 milhão para a produção de longas-metragens com compromisso de lançamento em, pelo menos, 200 salas. Além disso, investiu R$ 500 mil em projetos com previsão de estreia entre 100 e 200. Sete filmes foram aprovados:

  • “Depois dos 40”, de Luiz Villaça.
    Produtora: Bossa Nova Films. Distribuição: Paris Filmes
  • “Malasartes”, de Paulo Morelli.
    Produtora: O2 Filmes. Distribuição: Paris Filmes
  • “A terapia”, de Roberto Moreira.
    Produtora: Coração da Selva. Distribuição: Dowtown
  • “Pequeno segredo”, de David Schurmann.
    Produtora: Schurmann Film Company. Distribuição: Diamond Filmes
  • “Desculpe o transtorno”, de Tomás Portella.
    Produtora: Gullane Entretenimento S/A. Distribuição: Buena Vista / Disney do Brasil
  • “Sampa”, de Carlos Alberto Riccelli.
    Produtora: Pulsar Produções Artísticas. Distribuição: Europa Filmes
  • “O caseiro”, de Julio Santi.
    Produtora: Nexus Cinema e Vídeo. Distribuição: Europa Filmes 

Na Linha 4, voltada para distribuidoras de todo o país, desde que associadas a uma empresa paulista. O contrato prevê lançamento em, no mínimo, 300 salas, e investimento de R$ 1 milhão em publicidade. Quatro filme foram aprovados:

  • “Operações especiais”, de Tomás Portella.
    Produtora: Intro Ltda. Distribuição: Paris Filmes
  • “Escaravelho do diabo”, de Carlo Milani.
    Produtora: Dezenove Som e Imagens Produções Ltda. Distribuição: Paris Filmes
  • “A comédia divina”, de Toni Venturi.
    Produtora: Olhar Imaginário Ltda e Aurora Filmes Ltda. Distribuição: Imagem Filmes
  • “Reza a lenda”, de Homero Olivetto.
    Produtora: Ouro 21 Produções de Filmes Ltda. Distribuição: Imagem Filmes

A lista completa, incluindo os proponentes não habilitados e as respectivas justificativas pode ser conferida no site da Spcine: https://spcine.wordpress.com/2015/06/10/spcine-divulga-resultado-parcial-do-programa-de-investimento/

 

_fonte: www.ancine.gov.br/ (editado)